sábado, 14 de fevereiro de 2009






O dia começa
E a cada manhã despertada
penso que aquele dia será como os outros: iguais.
E a cada abrir de olhos sinto esvair de minha mãos os dias do passado
No qual não há nada além de lembranças
Pois são elas que me fazem acreditar que hoje posso ser mais forte
que hoje posso tentar ser diferente
Que as magoas perdoei, ando de queixo erguido...
E superei os sonhos interrompidos
Então saio da cama e sobrevivo a mais um dia
mês, ano.
E não diferencio lágrimas de dor
com a alegria de mais um dia vencido.

Michelle Matias

Nenhum comentário: