sábado, 14 de fevereiro de 2009






Transformo minhas mentiras em inverdades
O caminho é tortuoso quando não se diz a verdade
Mas não as verdades cotidianas, nas quais transformamos em mentiras necessárias...
O que corrompe são verdades embebidas de valores e sentimentos
Que transformamos em mentiras perigosas, em erros irreparáveis.
Não as dizemos por fraqueza
Por julgar a verdade, em momentos cruciais, desnecessária.
Ou como uma saída para não ferir alguém.
Mas o que feri não é a mentira?
Então porque a verdade dói?
O que se sabe é que a verdade muitas vezes não vem
E se vem, quanto de verdade um ser humano pode suportar?
Michelle Matias

Um comentário:

Leo Lemos... disse...

hummmmmmmmm. um raio x do q penso e sinto.