sábado, 4 de abril de 2009





Mordo como quem beija.
Grito como quem cala.
Bato como quem afaga.
Amo como quem respira.
Acordo como quem nasce.
Durmo como quem morre...
Tudo em mim é derradeiro...
Amargo e doce.


Michelle Matias

2 comentários:

danubia disse...

amargo e doce.

=)

Michelle disse...

Gosto mais do amargo..incomoda!

Bju pessoa poeta!