domingo, 6 de janeiro de 2013

Labirintos






Eis-me aqui
Depois de todas as ilusões quebradas
Todas as dores intactas
Todas as verdades que destruí


Releio meu caderno de memórias
Abro todos os armários
Nada de novo no calendário
Além das mesmas histórias...


Mas, tudo onde deve estar
Toda  subversão exposta
Toda vontade imposta
Cada coisa em seu lugar.


Apenas alguns novos esconderijos
Singelos segredos submersos
em sentimentos perdidos...



M.M.




Nenhum comentário: