segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Solidário da felicidade.




“A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro”. Platão


Ao longo da vida acabamos nos afastando de algumas pessoas e nos aproximando de outras. Por vários motivos, algumas por incompatibilidade de valores, outras porque a vida é dinâmica e algumas pessoas nem sempre acompanham nossas mudanças e se perdem pelo caminho. É claro que aqueles que amamos de verdade e nos amam, acompanham todas as nossas transformações. Sejam elas felizes ou não. Mas nada se compara a pessoas solidárias da felicidade. Aquelas que não abrem um sorriso amarelo a cada conquista sua, que não olham com olhos de desconfiança e inveja para sua expressão de felicidade e sua alegria. Infelizmente, existem muitas pessoas que acham muito mais fácil serem solidárias da tragédia, assim elas aproveitam para destilar o seu veneno, ver o circo pegar fogo e nunca estão dispostas a apaziguar, são as alcoviteiras de alma. O solidário da felicidade fica feliz a cada vitória sua, brinda com você, abre seus olhos com sabedoria quando você está cometendo algum engano e compartilha as belezas da vida. Essas, sem dúvidas, são as pessoas que a gente precisa e deve cultivar.
 Por Michelle Matias.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014





A gratidão é um sentimento forte e grandioso, pois exige de nós um alinhamento com o presente e a mudança dos pesos e medidas que usamos para avaliar o que realmente é importante. Ser grato, nos torna positivos diante da vida, nos faz enxergar a beleza nos pequenos gestos e momentos e abre nossos olhos para o real significado de tudo que nos cerca. Mudar nossa visão de mundo é uma atitude corajosa e requer trabalho e determinação, pois nos faz rever tudo aquilo que julgamos ser o caminho certo, e que passamos a vida inteira acreditando ser a verdade, mas é apenas uma visão distorcida e subjugada pelo nosso ego.  Este nos ensina a reclamar, a viver somente no futuro e no passado e não nos deixa ver o presente que nos é concedido todos os dias como uma nova oportunidade de ser melhor. Mudar não é fácil, exige suor, humildade, sabedoria e fé, mas tenho certeza que mesmo com passos lentos, todos os dias temos o presente para continuar a caminhar.  

Por Michelle Matias.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014




"A melhor professora da vida é a humildade, ela nos ensina a reconhecer nossos erros e a pedir perdão." Bezerra da Silva.









Hoje li essa frase e pensei em quantas pessoas se perdem na vida por não serem capazes de pedir desculpas ou perdoar o próximo, que nunca admitem seus defeitos e erros e não são capazes de voltar atrás, alguns por orgulho, outros por se acharem melhores ou perfeitos demais para admitir suas falhas, são pessoas que criam um mundo em que só elas têm razão ou detêm a verdade sobre a realidade, criam um mundo de ilusões destrutivas e destroem tudo que está a sua volta. E por mais que a vida tire tudo delas, sua pretensão, hostilidade e em alguns casos, loucura, as mantém de pé, acima de todos, despejando palavras vãs e criando situações constrangedoras para aqueles que compartilham o mesmo sangue que correm em suas veias. E, além disso, uma característica marcante de pessoas assim é a capacidade que elas têm de se colocar no papel da vítima, transformando todos aqueles que não participam de seus jogos, como algozes, onde o mundo inteiro e principalmente a família conspira e faz planos maquiavélicos para derrubá-las. Hoje, quando li essa frase do Bezerra da Silva, pedi sabedoria a Deus, como peço todos os dias, para que eu consiga olhar com amor e compaixão àqueles que foram escolhidos para fazerem parte da minha vida, mas, infelizmente, dificultam a minha missão aqui na terra.

"Pai, perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem” (Lc 23,34).

Por Michelle Matias